quarta-feira, 26 de abril de 2017

COM MUITO CARINHO PARA O GAJEDO MACHO

Todos os anos é um vê se te avias com as colecções de fatos de banho para o mulherio. Todos os anos há novas cores, padrões, modelos que são tendência.
Este mês a minha filha queria comprar uma cueca de biquíni duma determinada cor e na loja da "especialidade" disseram-lhe que não tinham e que essa cor não estava em voga para este Verão.
Mas, então e os homens? Não têm o mesmo direito que as mulheres, de andarem pelos areais desta vida a passearem os modelitos da estação?
Pois claro que sim. 
Foi nesse sentido que fiz uma apurada e muito justa pesquisa, para que o pessoal do sexo masculino faça a mesma boa figura que as damas.






Não há um pêlo, algures por aí, escondido?


terça-feira, 25 de abril de 2017

QUERIDOS NETOS

(Um dia), vou estragar-vos com mimos, vou saltar convosco à chuva, correr na praia em dias de nevoeiro, comer algodão doce até fartar, andar descalça na erva molhada, ver horas a fio a Patrulha Pata do vosso tempo, dar-vos colo mesmo que o cansaço me fustigue, adormecer com a vossa cara colada à minha. 
Vou ensinar-vos tanta coisa.
Vou ensinar-vos a respeitar os outros, vou ensinar-vos a escutar e a argumentar com consideração pela diferença de ideias, vou ensinar-vos a não cruzarem os braços perante a injustiça, a desigualdade, vou ensinar-vos a não ter medo, porque viver em liberdade, amar em liberdade, trabalhar em liberdade, é um direito de todos nós que devemos defender, honrar e preservar.
Porque vocês vão nascer num mundo justo e livre, que as gerações anteriores à vossa conquistaram com luta, dignidade e sacrifício, tantas vezes da própria vida.
Vão aprender que todos os homens e todas as mulheres em qualquer canto deste planeta nascem livres. Que não importa a cor, a crença, o gosto, os defeitos, todos devem nascer, viver e morrer em liberdade.
Queridos netos, não acreditem, não aceitem que vos digam o contrário. Aprendam que um Homem que humilha e explora outro, é um cobarde miserável e que todo aquele que se julga superior é um imbecil e um ignorante.
Hoje é um dia bonito, para lembrar, para nos orgulharmos, para sair à rua de mãos dadas e agradecer por tudo o que já foi alcançado, que ainda não é suficiente, mas na certeza que o caminho é este, que baixar os braços não é opção, que o mundo pode e deve ser um lugar bonito, que todos juntos somos muitos e que muitos podemos marcar a diferença. 
Conto convosco.


segunda-feira, 24 de abril de 2017

RAIO DE GENTE QUE GOSTA DE METER O BEDELHO EM TUDO

No passado sábado fui à hora de almoço comprar uma esfregona rotativa, que eu sou gaja muito zelosa do chão de minha casa. Gosto que o pó, as bichezas e as porcarias que lá poisam, tenham o chão a brilhar e se orgulhem desta fada do lar.
Estava com pressa porque tinha que ir trabalhar e nos sábados em que trabalho, fico a modos que coise
Fiquei indecisa entre dois modelos, mas, nada como ser remediada e optar pelo mais barato, que até é muito jeitoso, balde azul cueca, a esfregona muito elegante que até dá vontade de dançar o tango com ela.
Quando estou ao balcão a pagar, chega-se uma senhora de volta de mim e da Isadora Duncan e ai que rica compra que fez, nem imagina, tenho uma igual e é uma maravilha, olhe que ainda ontem limpei o chão do quarto e quando acabei já estava quase seco, mas, tem que ter atenção nos cantos que ela não lhes chega muito bem e frito e assado e cozido. 
E eu só balbuciava, sim sim, pois pois.
Vim embora a correr com medo do raio da mulher.
Chiça! Ainda bem que fui comprar uma esfregona e não um vibrador.






sexta-feira, 21 de abril de 2017

COMO TER UM BLOG DE SUCESSO, AQUÉM E ALÉM-FRONTEIRAS

Eu cá não sei. Há pouco tempo é que descobri que os posts se podem agendar.
Mas, gosto muito de andar por aqui, no dia que deixar de gostar, goodbye que eu good fico.
Atão (não sei se já repararam que atão, é uma das minhas "palavras" preferidas, já tinham obrigação de ter reparado!) e não sentes uma certa tensão entre bloggers das diferentes plataformas? 
Pá, o que eu sinto mesmo é esta cabra desta dor ciática que não me deslarga e para a tensão aconselho Voltaren gel, a mim alivia-me um pouco a perna, que é melhor que nada.



quinta-feira, 20 de abril de 2017

QUEM QUER?

Dor ciática, que me está a levar à loucura. Já levei uma injecção de Voltaren, ando a tomar anti-inflamatório e magnésio e não alivia.
Não querem pois não? 
Uma massagem, alguém se oferece?
Se fosse um passatempo a oferecer cremes do "Lili" ou um quilo de torresmo, vinham todos bater-me à porta.





quarta-feira, 19 de abril de 2017

MAGUI A DESMISTIFICAR CENAS

O segredo de beleza está no nosso interior - Pois, sim, quem tem uma figadeira bonita é uma pessoa de deslumbrante beleza, tão não é? 
Existem pessoas com boa essência, o que não faz delas concorrentes a Miss/Mister Universo. Há boas pessoas - felizmente - que são feias todos os dias. Olhem eu aqui, um amor de pessoa, que não sendo feia comós trovões, também não deve muito à beleza.
Não julgo as pessoas pelo facto de terem um rosto bonito ou feio, julgo-as pelo seu carácter, mas que é verdade que penso, jasus tã feia ou cabrona mais linda, isso é.

A força de vontade muda tudo - Isso, façam força, muita força, mas atenção não se peidem.
Tenham paciência, mas não é suficiente. É certo que, se assim o desejamos temos de fazer por isso, mas por si só não chega. Quantas vezes não existem condicionantes que nos impedem de fazer mudanças benéficas na nossa vida? Quantas vezes o caminho a percorrer é tão labiríntico que nos perdemos a meio?

As pessoas do norte (de Portugal) são mais verdadeiras, mais genuínas - Porquê? Porque dizem muitos palavrões, olha o carago.
Gente genuína existe de Norte a Sul do país, não esquecendo as ilhas. Assim como gente que não interessa nem ao Menino Jesus.

Boa imagem é ter pensamento positivo - Isso. Saiam à rua com um lençol vestido e um penico na cabeça, porque se pensarem positivo a vossa imagem será boa como o milho.



terça-feira, 18 de abril de 2017

OK, EU REVELO

Devido aos imensos pedidos que me foram dirigidos, no sentido de divulgar onde passei o fim-de-semana pascal, foi por aqui, tásse mesmo a ver onde.
E soube a pouco ...







segunda-feira, 17 de abril de 2017

ABUSAM DE MIM, É O QUE É

Fui dar um giro por aí. Quando cheguei, cansadíssima! tinha à minha espera folares da Páscoa. Um abuso.
Bem sabem que eu não resisto, de tal forma que ontem lanchei e jantei bolo de Páscoa e hoje ao pequeno-almoço depois do pão ainda coube uma fatia.
Depois de uns dias a enfardar - hoje não é um bom dia para perguntarem onde é que enfio a comida - faltava-me esta desgraça.
Não ligo nenhuma às amêndoas e aos chocolates tradicionais desta quadra, mas os folares são uma tentação.
Se Jesus Cristo ressuscitou foi porque lhe cheirou a folar.




quinta-feira, 13 de abril de 2017

VAI LÁ VAI

Com tanta oferta de programas para o fim-de-semana prolongado - que não trabalho, ieeeeeeeeeeeei - estou em pulgas para me decidir por alguma das opções.
Já pus de parte dar entrevistas aos canais de televisão, porque o grupo onde a minha filha esteve inserida na viagem de finalistas, teve o desplante de nem um preservativo atirar para a piscina, tirando-me a oportunidade de delirar perante milhares de telespectadores.
Ficar enrolada com o homem todo o santo fim-de-semana, também não, que está muito calor e dão-me suadoiros.
Talvez comprar bilhete de avião por overbooking e rumar à Disneyland Paris que comemora 25 anos. Neste caso não sei o que será pior, ser expulsa do avião por um brutamontes em tronco nu ou permanecer horas nas filas do parque, até desmaiar.
Não me apetece ir até ao Algarve, ando com o inglês enferrujado e estou muito sensível para ver as bifas com o sovaco peludo.
Posso optar por workshops, para aprender a construir uma casa em condições de não pagar tanto de electricidade, cujo formador seja o CEO Mexia; ou aprender a fazer amêndoas, não que elas estejam caras para as comprar em qualquer hiper/super/mini mercado, o problema é não virem embaladas em condições.
Vou dormir sobre o assunto. 



terça-feira, 11 de abril de 2017

CUM CATANO E AGORA?

Há três meses que não vejo o padeiro meu homem, chega hoje para ficar uns dias e eu, moça esperta, fui-me alindar e coiso e tudo e tudo.
Agora estou com um sério problema. 
Porque tendo ficado linda comós amores, vai que o gajo não me reconhece! ..




segunda-feira, 10 de abril de 2017

PODIA MUITO BEM SER UM RELATO DE FUTEBOL

Hoje não levei o meu carro para o trabalho, hoje estreei uns ténis compensados porque sou fashion, hoje esteve calor.
Hoje durante a minha hora de almoço - literalmente, pois só tenho 1 hora, fui fazer um Raio-X. Cheguei à clínica esbaforida com o calor (não reclames do calor, atão não gostas?) e com um dos ténis a roer-me o pé. 
Dirigi-me à funcionária com um sorriso e um boa tarde - nem um nem outro me foi devolvido. Bardamerda
Enquanto esperava que me chamassem, as pessoas que iam saindo desejavam boa tarde e as melhoras a quem ficava e quem ficava retribuía. Bonito, não é?
À saída encontrei uma senhora conhecida, cumprimentei-a, ai filha se não me dizes nada nem te reconhecia, estás mais magrita, andas a fazer por isso?
Não senhora, não ando, isto é da ruindade que se entranha no corpo e o mirra.
Fui a outra clínica marcar uma consulta, dia tal às tantas horas, obrigada e adeus. Chego a meio caminho, volto atrás, digo à menina da recepção que dia tal não posso. Terei, então, de esperar porque não sabem ainda quando será a próxima consulta.
Almocei em 10 minutos, entrei ao serviço a horas.
Para uma semana, pela qual aguardo há meses e que desejo perfeita, não está a começar mal e eu estou benzinho.





sexta-feira, 7 de abril de 2017

SERÁ DESTA?

Imagem via Pinterest


Primavera, sol, calor, pés ao léu, boas vibrações, é disso que eu gosto, é disso que eu preciso.
Bom fim-de-semana.



quinta-feira, 6 de abril de 2017

EU ACONSELHO, VOCÊS FAZEM COMO ENTENDEREM

O acto de nos expormos desnecessariamente, de agirmos imprudentemente, de falarmos sem certeza, deriva muitas vezes da falta de comunicação entre os nossos pares.
Por egoísmo, por esquecimento, por falta de tempo não compartilhamos informação que nos pode evitar passar por situações bizarras, constrangedoras, absurdas.
Fica o exemplo dum casal, que estando em casa lhe tocam à campainha da porta. Um dos elementos do casal muito ocupado pede ao outro que acabou de sair do banho, para ir abrir, este contesta, mas acaba por se enrolar a uma toalha e ir abrir a porta. 
Quando abre a porta reconhece a pessoa que perante tal cenário, lhe diz que se ele deixar cair a toalha e ficar nu lhe dá uma nota de 100€. O elemento do casal fica confuso, mas vendo a nota acede e deixa cair a toalha, a tal pessoa entrega-lhe o dinheiro e vira costas.
Ao voltar para dentro, satisfeito da vida, diz à cara metade que foi beltrano quem tocou à campainha, ao que esta responde: 
- Óptimo. Deu-te os 100€ que me devia?

Havia necessidade? Vá-se lá saber!



quarta-feira, 5 de abril de 2017

ABRIL, FÉRIAS MIL

Rejubila, Magui, exulta, rebola, dá pinotes, desvanece de tanta emoção, pois chegou o tão desejado mês em que o simples facto de marcar férias, dá à tua vida (minha, neste caso, né?) todo um élan, um glamour, uma frescura, um je ne sais pas quoi, pelo qual anseias todo o ano.
Até era gaja para isso tudo e muito mais, se tivesse a mínima ideia de quando vou de férias.

Bem sei, que os senhores e as senhoras, querem saber tanto da minha vida como dos peixes-sapo cabeludos que vivem nas águas da Indonésia, mas tenho que desabafar e vocês estão aí à mão de semear.
Para a semana tenho que entregar o requerimento de férias e só sei que vou tirar uns dias em Junho e vou passar o resto do Verão a trabalhar.
Agora, vou ali atirar-me de um muro de meio metro e já volto ...





terça-feira, 4 de abril de 2017

BOA VIAGEM # 2

Apesar do frio da madrugada, era muita a excitação, a alegria, o barulho, os sorrisos cúmplices entre eles, na partida da primeira grande viagem das suas vidas. 
Os finalistas do secundário, rumo à doce vertigem da aventura, quando a vida ainda é uma eterna Primavera, onde o vento sopra sempre a favor e as flores nascem aos nossos pés para nos suavizar os passos.
Um dia saberão que ao entrarem naquele autocarro, era o futuro que os recebia na esperança de vidas felizes e sonhos realizados, por caminhos tantas vezes sinuosos, mas percorridos com vontade, coragem e dignidade ao encontro do que são e do que desejam.
Beijinhos e abraços, divirtam-se, telefonem, mandem mensagem, tenham atenção. Não esqueceste a medicação para as alergias e o protector solar? Não te sentes muito atrás por causa do enjoo.
Ai, mãe, já não sou nenhuma criança (pensas tu!) 
E uma pessoa, ali, num estado ambíguo de contentamento e terror, com o braço a acenar até doer, seguindo o autocarro até ele desaparecer do horizonte.
Tão grande, a minha menina mais nova, coisa maiboa de sua mãe.





segunda-feira, 3 de abril de 2017

SAIAM DA FRENTE QUE ESTOU ATRASADA PARA O GINÁSIO

Já todos sabemos que exercitar o corpo faz bem em qualquer idade, em qualquer tamanho, em qualquer altura.
Dizem os entendidos, que a malta que mexe o esqueleto tem uma vida mais saudável e vive mais uns anos.
Atão, o que esperam para ir malhar forte e feio no ginásio?
Eu, já decidi, vou inscrever-me no ginásio, mas não é num qualquer, é neste do vídeo, que é tão, mas tão a minha cara. 
Pela vossa saúde, levantem o rabiosque do sofá e sigam-me.





sexta-feira, 31 de março de 2017

quinta-feira, 30 de março de 2017

TÔ CHEINHA DE FEZES

Amanhã vou assistir à cerimónia dos Óscares (qué? duvidam?) e estou numa ralação por causa da indumentária. Estou indecisa entre estas três;


Esta tem a vantagem de ser económica, basta enrolar um cobertor ao corpo e dar-lhe um ar da sua graça, além de que se estiver uma noite fria, aconchega.


Esta faz-me lembrar Liberace, mas os espanadores na cabeça podem dar jeito para certas pessoas não se sentarem ao meu lado, nem certas nem nenhumas, se não querem aquilo enfiado nos olhos. 


Não sou fã da cor, é um bocado verde diarreia, mas a mim basta-me uma das peças e fico vestida dos pés à cabeça.

Para não ficarem afectados, o termo fezes, é usado, onde vivo, como sinónimo de problemas, chatices, aborrecimentos.

E agora vou banhar-me em leite de cabra, para amanhã à noite estar esplendorosa.




quarta-feira, 29 de março de 2017

À ATENÇÃO DAS DIRECÇÕES DOS CANAIS DE TELEVISÃO

Vossas Excelências que andam constantemente à cata de talentos e bizarrias para programas que atraiam audiências, informo que tenho um hamster arraçado de Houdini.  
O bicho - uma bola de pêlo com 30 gramas - escapuliu-se da gaiola há dois dias e anda a pôr-me à beira da loucura, (logo a mim, rapariga tão ajuizada.)
Tenho duas divisões de casa em estado de sítio e não conseguimos apanhar o desgraçado. Passa por nós, qual Usain Bolt, esconde-se atrás dos móveis, faz piqueniques onde bem lhe apetece, vai espalhando os xixis e cocós a seu bel-prazer pelo chão, um encanto.
À conta disso os meus pais têm passado os dias a jogar ás escondidas com sua baixeza, só ainda não dormem por aqui.
A minha mãe já sugeriu apanhá-lo com uma tarrafa (não sabem o que é? peçam a um assistente para consultar o dicionário), mas eu preferia que os senhores mandassem uma equipa de reportagem com o Goucha, o Malato, o Fernando Mendes, a Iva, a Patrocínio ou mesmo o Gustavo, a Cristina e a D. Júlia não, porque em minha casa ninguém grita fala mais alto do que eu.
Quanto aos honorários, por favor contactem o meu advogado. 
Grata.


Se te apanho ´tás frito.



segunda-feira, 27 de março de 2017

COMPLICADA? QUEM? AH, EU

A hora de Verão chegou com os chakras desalinhados, por isso é que eu gosto dela que também sou pessoa instável.
Hora de Verão não rima com chuva, frio e vento, assim como não rima eu estar adoentada no fim-de-semana em que não trabalho. Já que assim é, a pessoa aproveita  porque temos que nos adaptar às circunstâncias.
Sentir-me adoentada não é o mesmo que estar muito doente, mas foi uma óptima desculpa para não fazer nestum, à excepção das compras semanais, foi abusar do sofá até me doer o lombo.
E dizem vocês, que bem vos ouço, olha a sorte da fulana!  Pois fiquem sabendo que estes dias de caracácá me enervam e dão-me uma telha do demónio.
Valeu-me Marc Levy e o seu Ladrão de sombras, para me fazerem companhia e como a neura era muita, até comecei a ler outro livro.
Só para avaliarem o tamanho da neurose, eu, Magui Maria, a ler dois livros em simultâneo.
Acho que exagerei na dose dos comprimidos.




sexta-feira, 24 de março de 2017

LOUCOS

Já referi várias vezes que não sei dançar, que nasci com dois pés esquerdos e com total descoordenação motora, as aulas de educação física eram para mim um sacrifício, um terror. 
Quando era jovem e frequentava discotecas, abanava o capacete como podia e na hora dos slows (período Mesolítico), a malta queria era marmelanço
Mas, quando oiço esta música, dá-me uma vontade desgraçada de abanar o esqueleto e de preferência naquele cenário com o moço do videoclip meu homem.
O mundo nos chama loucos .... e cai neve em todas as estações ... 






quinta-feira, 23 de março de 2017

E NÃO DIGAM QUE VÃO DAQUI

Gosto tanto de cozinhar e sou tão boa cozinheira, que delego muitas vezes essa tarefa ao homem cá de casa. E não é que o raça do homem tem jeito? E não é que inventa que é um mimo? 
Um dos pratos que ele faz - e eu também, se pedirem com jeitinho - é um dos nossos preferidos, que partilho convosco porque me apetece.
O que mais me agrada nesta receita é que é fácil de fazer e sai sempre bem.
Então é isto; numa frigideira colocar pedaços de salmão sem espinha e sem pele, regar com sumo de limão, sal, mostarda e azeite. Em 10 minutos a coisa está cozinhada, (podem também juntar camarão, delicias do mar, cogumelos, ou outro ingrediente que gostem.)
Entretanto cozer esparguete, que depois se junta ao preparado anterior com queijo ralado, envolve-se tudo muito bem e vai novamente ao lume até que o queijo derreta.
Chamamos a este prato, salmão com esparguete, que somos pessoas despachadas, mas se lhe quiserem dar um nome requintado, podem dizer lá no emprego às invejosas-mor, que vão fazer para o jantar massa em cama de salmão, ou salmão salteado com mostarda ou ainda salmão à Magui, que foi uma cozinheira muito famosa na Paris boémia da primeira metade do século XX.
Bom apetite.





quarta-feira, 22 de março de 2017

TAMBÉM SE APRENDE A SER FELIZ?

De repente, por impulso, por opção, por necessidade, larga-se a vida que temos, o país onde nascemos, a língua que conhecemos, deixam-se pais, familiares, amigos, colegas para trás, rumo a uma nova vida, numa fase em que era suposto termos a vida encaminhada, em que já não somos jovens inexperientes.
Juntar a trouxa, os filhos, o cônjuge (ou ir ao encontro dele), partir para outro país, para outro continente, outro tipo de clima, de gente, cultura, hábitos.
Será preciso coragem, uma dose de loucura, amor, gosto pela aventura, egoísmo ou apenas um bilhete de avião, como quem vai à terra visitar os pais, no comboio que pára em todos os apeadeiros?
O que fará isso à pessoa que sempre fomos? Sentiremos culpa por deixar tanto para trás? Sentiremos culpa por sujeitarmos os nossos filhos a uma realidade estranha? Sentiremos amargura, infelicidade, frustração? 
Ou iremos experimentar a liberdade que nunca sentimos até então? A paz que tanto buscamos dentro de nós, pode ser passível de encontrar junto de estranhos? 
Antes de criar o meu blog, já seguia o da Calita, Panados e arroz de tomate, que não conheço para além da sua escrita. A Calita foi continuar a ser feliz para Timor Leste, porque estou convicta, que quem toma uma decisão destas é feliz em qualquer lugar do mundo.
A Calita tem uma filha de 16 anos, que vive noutro lugar, longe dela.
A Calita que não conheço, é uma mulher do caraças.
Admiro mulheres assim, simples, capazes de se sentirem bem sob qualquer céu, ou então não é nada disto, sou só eu a romancear e a admitir a minha inabilidade para grandes voos.






terça-feira, 21 de março de 2017

PARA SEMPRE E MAIS ALÉM

Quem nunca suspirou ao som da música dos Bon Jovi? Quem nunca achou o Jon Bon Jovi, um pecado de homem?  Ah, pois, aquelas pessoas de muita bom gosto, chatas comá potassa. 
Pois que as letras das canções dos moços são uma valente cagada, mas aquilo soava tão bem aos meus ouvidos de teenager, que bem podiam estar a dizer que tinham morto a mãe à paulada e o pai a pontapé, que era-me igual ao litro e o gajo não canta nada de jeito e eu com isso.
Esqueçam a letra o que interessa é que o rapaz vai amar a baby, Always.